null

Terapia Vibracional

Rossio (Lisbon)
  • 60 mins

    50€

  • 40 mins

    35€

  • 80 mins

    70€

  • 90 mins

    80€

  • 120 mins

    100€

A terapia vibracional, feita com taças tibetanas, é uma técnica Xamânica primitiva, cheia de beleza mística e uma grande aura de espiritualidade. Atualmente, no entanto, com os estudos científicos profundos da física quântica e sua extensa pesquisa sobre os efeitos da vibração sonora no corpo humano, esta terapia dos antigos xamãs da Ásia é reeditada sob conceitos, teorias e práticas com base científica.

Para explicar qual é a terapia vibracional das taças e gongos tibetanos, é necessário primeiro entender o que é uma tigela tibetana e um gongo.

As taças tibetanas originais são instrumentos feitos de sete metais diferentes, derretidos até que se combinem para formar uma folha, que então um monge ou artesão tibetano martela em um ambiente perfumado de incenso, ao som de mantras. Retaliar na meditação ativa dentro da forja moldará esse instrumento sonoro, tradicionalmente usado para implorar, comer e produzir uma melodia e vibração celestial que acompanham um monge, um professor ou um curandeiro ao longo de sua jornada de transformação espiritual. Tendo a oportunidade de usar um copo por qualquer um deles é mil vezes mais poderosa do que comprá-lo em qualquer loja.

É muito importante saber diferenciar uma tigela artesanal original e uma tigela feita industrialmente. O original mostrará cada golpe recebido em sua fabricação e o outro será perfeitamente polido. A principal diferença em seu uso é que o original não produz apenas som, mas também em contato com o corpo, transmite uma vibração sutil e penetrante.

Gong: um instrumento na forma de uma placa de tamanhos diferentes (em alguns casos de formas particulares), cujo processo de fabricação é igual ao realizado nas taças tibetanas. Da mesma forma, pode-se encontrar o gongo feito por máquinas, mas, como descrito anteriormente, o processo de energia impregnada no instrumento durante sua confecção manual faz toda a diferença.

Por que isso é chamado de terapia vibracional?

A resposta a esta pergunta é que esses instrumentos emitem dois tipos de vibrações: a vibração sonora e vibração física dos metais que a compõem.

Em que consiste?

Esta técnica tibetana antiga é baseada no princípio de que tudo pode ser influenciado pela vibração e energia, tanto físicas quanto emocionais, mentais e energéticas (uma descrição que os monges tibetanos usam quando se referem à composição da estrutura humana). Aqui nos referimos apenas ao corpo energético porque o resto é de conhecimento geral. Esse corpo energético, descrito por essa cultura milenar, é aproximadamente composto por canais energéticos que percorrem o corpo e os sete principais centros de energia, conhecidos como chakras. Cada um desses centros pode ser influenciado por diferentes elementos da terapia: aromas, luz, cristais, magnetismo, emissão de energia, massagem sob pressão, vibrações e sons, sendo estes últimos usados nesta terapia. Cada chakra tem um tom e vibração específicos, com os quais pode ser limpo, harmonizado e aprimorado.

Especialmente em nossa terapia vibracional, usamos:

·       A massagem

·       Avaliação

·       Os aromas

·       Os sons

·       A vibração

Com todos esses elementos, há um resultado muito poderoso que você sentirá imediatamente, como relaxamento profundo e com o passar do tempo, você estará ciente de seus efeitos no estado mental, emocional e físico.

Translate »